domingo, 18 de setembro de 2011

Rompendo laços...

Hoje parei para refletir sobre laços, e percebi que tudo está associado aos laços da vida, aqueles aos quais nos prendem e mantém nos lugares... Lugares que nem sempre queremos estar, mas que insistimos em permanecer, laços aos quais criamos, e depois fingimos não saber como desatar...

Cortar os laços é uma grata surpresa, um belo presente sempre vem amarrado com um lindo laço, mas para saber o que tem na caixa, o laço tem que ser rompido... Vai doer, porque as vezes o laço é bonito, mas é necessário, para uma linda surpresa...

E é em busca dessa linda surpresa que a coragem deve falar mais alto, arriscar é a palavra, arriscar é o caminho, não tenha medo da dor que pode advir desse rompimento, porque eu garanto, ela virá, mas também garanto que ela passará...

Vamos lá, a vida é curta, e a estrada é longa, reaprenda a viver, e não tenha medo de arriscar nunca, valorize o passado, espere o futuro, mas viva sempre o presente, e como diria Vandré; "esperar não é saber, quem sabe faz a hora, não espera acontecer..."

Se quiser eu te empresto a tesoura e a coragem, basta você querer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário