domingo, 2 de outubro de 2011

Você quer ser feito de areia ou de cimento?



A minha pergunta parece ser óbvia, mas não é, necessita de uma reflexão, reflita e no final me diga a sua escolha. Eu vou falar de vida, de construções, demolições,processo de cura, vitórias, e porque não, uma frustaçãozinha chata de incapacidade que as vezes dá...

Ouvi de uma pessoa muito querida, uma comparação das nossas vitórias e das nossas supostas derrotas, cada etapa é uma nova aquisição, algumas nos desgastam outras nos acrescentam, algumas enfraquecem mas outras nos fortalecem...

Imagine-se como uma escultura de areia, o trabalho é árduo, e difícil de ser executado, mas não impossível, cada detalhe, cada pedacinho da perfeição tão imperfeita do ser humano, ali, em uma simples escultura, de um material tão inconstante...

Quando artista faz sua escultura, ele sabe que ela esta sujeita a todo tipo de ação, chuvas, vento, destruição... Mas mesmo assim ele insiste, todos os dias reconstrói o que foi destruído, haja disposição e força de vontade...

Somos assim, feitos de milhares de pedacinhos, somos feitos de vitórias e derrotas, somos enfim um eterno recomeço, uma série de inconstancias nos afetam, nos destroem as vezes, mas a beleza de um momento simplesmente, uma fração de segundo que deve ser lembrada por toda uma vida...

No caso do cimento, ele é rígido, com formas duras, uma vez seco, não há a possibilidade de uma nova chance, não há a possibilidade de recomeço, o tempo destrói, a chuva desgasta, rachaduras só podem ser retocadas, deixando rebarbas, que se não tomarmos cuidado vai ferir novamente...

Nós somos recomeço, somos o inicio, mas em nossa essencia nunca o fim, se tropeçar não tenha vergonha, se tropeçar não se deixe cair, e se cair, lembre-se machucados cicatrizam, e essas cicatrizes não são a lembrança de algo triste, mas a lembrança que você caiu, machucou, deu a volta por cima e levantou, cicatrizes são marcas de vida, marcas de força, marcas de uma história de vitória...

Vai lá, valorize cada cicatriz, e perceba que ser de areia significa reconstruir-se sempre, quem é de cimento quebra e não tem como reconstruir, vira caco quando cai, a areia pode sempre se remodelar, cada forma de uma maneira, e sempre mais feliz, e sempre melhor que antes...

E ai? Você prefere ser de cimento ou de areia? Eu já decidi... rsrsr